24 de mai de 2017

nau


a esperança me atiçou
com um cais inalcançável,
um porto chamado Tempo

e me deu uns pés de vento
e um destino: navegar
meu barco chamado Now

Nenhum comentário: