11 de dez de 2007

o peru e o pavão



bafafá, alvoroço no terreiro!
um entrou, o outro monta a confusão,
vai rolar bica-bica e bate-asas:
sim, dois egos inflados – contramão!

canta galo, galinha apavorou-se,
os pintinhos se acuam (que agonia!),
mas o velho d’Angola, incorporando,
rabiscava na terra e predizia:

"galinheiro é pequeno pr’eles dois,
essa rixa já foi longe demais...
ou se ajustam aos moldes do poleiro,
ou se acabam nos próximos natais"

2 comentários:

tinah disse...

vou comentar em bainês:
pô vei, muito massa!
rsrsrss
tô amando esse blog!
só tem OS versos!
mais uma vez, parabéns!
abraços baianos pra ti!

Rix disse...

Cara, que legal seu trabalho!
Voltarei mais vezes.
Abraço.