22 de fev de 2007

sou teu carnaval



-- quer saber de mim?

sou cada pedra
encravada no chão do Pelô,
servindo os pés
da passista enfeitada de paz;

sou teu suor
encharcando mil juras de amor,
sou teu sorriso
expulsando de mim os meus ais...

-- quer saber de mim?

sou a magia
encantada do Jaime Figura
bem misturada
à viçosa e alegre doçura

da juventude,
seus cânticos e seus tambores
(bem mais maduros
que dez mil brigadas de dores)

-- quer saber de mim?

sou o molejo
e o trejeito de cem foliões
que engasgam choro
e marchinha, livres de cordões

sou rataplan
do Olodum, pandeiro e berimbau...
abra os teus braços,
sorria, sou teu carnaval

Nenhum comentário: